Livros


Título: Religião e Ressocialização de Mulheres Presas e Egressas 
Autor: Muriel Urquiza Rocha
GêneroDidáticos, Direito
2014

Sinopse: O aumento no número de mulheres encarceradas nos últimos anos, leva à constatação das semelhanças e diferenças da vivência do gênero feminino, numa instituição criada para abrigar o sexo masculino. Esse livro é resultado de uma tese de mestrado que expõe como a vida de sete destas mulheres que foram afetadas nas áreas física e emocional, sendo transformadas pelo elemento religioso do “Projeto Mudar”.



___________________________________________________


Título: Crítica da Razão Punitiva: Nascimento da Prisão no Brasil
Autor: Carlos Antônio Prado 
Gênero: Ciências Humanas E Sociais
2013

Sinopse: O tema aprisionamento já foi tratado em jornais, livros, teses, filmes e textos de dramaturgia, etc. Porém, a parte feminina desse universo sempre foi deixada a segundo plano. Nesse trabalho, temos o relato sobre o aprisionamento de mulheres feito por um experimentado jornalista, voluntário em presídios durante muitos anos



____________________________________________________

Titulo: Cela Forte Mulher
Autor: Carlos Antônio Prado 
Gênero: Ciências Humanas E Sociais
2013

Sinopse: O tema aprisionamento já foi tratado em jornais, livros, teses, filmes e textos de dramaturgia, etc. Porém, a parte feminina desse universo sempre foi deixada a segundo plano. Nesse trabalho, temos o relato sobre o aprisionamento de mulheres feito por um experimentado jornalista, voluntário em presídios durante muitos anos. 

____________________________________________________

As Prisões em São Paulo
                                                              Autor: Fernando Salla

Sinopse: Preenchendo uma significativa lacuna em nossa (brasileira) produção científica sobre prisões e sociedades carcerárias, na interface de saberes disciplinares, a obra de Fernando Salla - As prisões em São Paulo: 1822-1940 - é, além de um trabalho sócio-histórico sobre a punição no contexto paulista, o relato de um minucioso esforço de pesquisa e detalhada exposição de dados e análises, que demonstram a permanente ferida sócio-jurídico-punitiva em nossa realidade, que se expressa na distância do discurso com a prática, no desigual tratamento das camadas e categorias sociais, no conflito entre os saberes jurídicos e médicos, bem como entre estes e as práticas administrativas, além do confronto entre as exigências do campo político e as pretensões do campo científico. 
____________________________________________________

A prisão
Autor: Jésus Zárate

Sinopse: Antón Castán está detido há 3 anos por um único delito: o de não ter cometido nenhum crime. Na cela, vai registando diariamente o cotidiano prisional e dissertando filosófica ou culturalmente sobre a justiça, a liberdade e a inocência. A chegada à prisão de um novo diretor, conhecido por sua crueldade, desencadeia um motim, com consequências imprevisíveis. Unanimemente considerada uma das grandes obras latino-americanas.
____________________________________________________

Vigiar e Punir
Autor: Michel Foucault

Sinopse: Esta obra é um estudo científico sobre a evolução histórica da pena e respectivos métodos coercitivos e punitivos, adotados pelo poder público, na repressão à delinquência. Os métodos vão da violência física até às instituições correcionais. Como se vê a forma e o aparelho ‘’prisão’’  destinados   à reforma dos indivíduos, agora será o cárcere, a detenção, como forma de separá-los do exterior e neutralizá-los.